Picolinato de Cromo

DesinShow / Blog DesinShow  / Picolinato de Cromo
Picolinato de Cromo

Picolinato de Cromo

O cromo é um mineral-traço essencial presente em diminutas proporções em alguns alimentos. Atualmente, esse mineral tem sido utilizado como suplemento alimentar no tratamento de obesidade, diabetes, colesterol e envelhecimento.
As principais fontes deste mineral na dieta são oleaginosas, aspargos, cogumelos, ameixa, cereais integrais, carnes, vísceras, leguminosas e vegetais. Sinais de deficiência têm sido documentados em numerosas ocasiões, incluindo elevação da glicose sanguínea, insulina, colesterol, triglicerídeos e diminuição do “bom” colesterol.
O picolinato de cromo é conhecido por ser a melhor fonte de cromo em forma de suplementação e vem sendo cada vez mais requisitada por quem busca melhorar seu metabolismo.
Sua relação com o metabolismo dos macronutrientes se dá através do aumento da eficácia da insulina através do aumento da fluidez da membrana celular para facilitar a ligação da insulina com seu receptor, o que reforça o fato desse mineral ser indicado para casos de diabetes e síndromes metabólicas. Na resistência à insulina, há uma dificuldade de entrada de glicose dentro das células e o corpo sente maior desejo por alimentos ricos em carboidratos. Uma vez que ele auxiliará na regulação dos níveis de glicose, o indivíduo não sentirá tanta vontade de consumir doces e massas.
A suplementação de cromo também tem sido relatada com efeitos positivos no perfil lipídico, pois o cromo também inibe a enzima-chave da síntese de colesterol, melhorando o perfil lipídico, resultando no aumento do colesterol HDL (colesterol “bom”) até a diminuição das lipoproteínas de baixa densidade (LDL, VLDL) em indivíduos com dislipidemias.
O cromo como suplemento dietético ainda é recomendado no meio esportivo com a proposta de promover maior ganho de massa muscular e maior perda de gordura. O aumento da sensibilidade à insulina beneficia a resposta metabólica adaptativa com maior captação de aminoácidos, o que resulta em efeito anabólico com consequente aumento de massa magra ou diminuição de massa gorda.
Desta forma, a suplementação de cromo pode ser uma boa alternativa de auxílio na sua dieta diária, tanto para regulação dos níveis de glicose/insulina, quanto para controle de ingestão alimentar.

Aline Gurski Bolzan
Nutricionista CRN2 12895
Pós graduada em Nutrição Clínica Esportiva (IPGS)
Mestre em Ciências da Saúde e da Vida (UFN)
(55) 99946 – 5018
REFERÊNCIAS
ALTHUIS, M. D., et al. 2002. Glucose and insulin responses to dietary chromium supplements: a meta-analysis. In: American Society for Clinical Nutrition, 76, pp. 148-155.
MORRIS, B. W. et al. 2000. Cromium supplementations improves insulin resistence in patients with Type 2 diabetes mellitus. In: British Diabetic Association. Diabetic Medicine, 17, pp. 684-686.
PASMAN, W. J., WESTERTERP-PLANTENGA, M. S., SARIS, W. H. M. 1997. The effectiveness of long-term supplementation of carbohydrate, chromium, fibre and caffeine on weight maintenance. In: International Journal of Obesity, 21, pp. 1143-1151.
PITTLER, M. H., STEVINSON, C., ERNST, E. 2003. Chromium picolinate for reducing body weight: Meta-analysis of randomized trials. In: International Journal of Obesity, 27, pp. 522-529.
VINCENT, J. B. 1999. Mechanisms of Chromium Action: Low-Molecular-Weight Chromium-Binding Substance. In: Journal of the American College of Nutrition, 18, pp. 6-12.
WhatsApp DesinShow
Enviar via WhatsApp