DESINSHOW | MISTURE SAÚDE E BEM-ESTAR

News Detail

Exercício físico e a liberação de hormônios

Exercício físico e a liberação de hormônios

Uma alimentação adequada e a prática regular de exercícios físicos são medidas efetivas no controle do peso bem como fator de prevenção e coadjuvante no tratamento de diversas doenças como a obesidade e diabetes.

O papel do exercício no controle de peso vai muito além do déficit calórico durante a atividade física, ele pode provocar respostas hormonais ao organismo, modulando reações metabólicas e influenciando na sensação de bem-estar.

Quando realizamos um adequado exercício físico, nossos hormônios agem em conjunto, permitindo que o indivíduo encontre a força física e mental necessária para a sua execução.

Abaixo listamos os mais importantes hormônios relacionados diretamente como o exercício e seus benefícios:

Hormônio do crescimento (GH): importante hormônio que estimula o aumento de massa muscular e estimula a lipólise (queima de gordura). Quanto mais intenso for o exercício, maior a quantidade liberada deste hormônio.

Adrenalina: promove aumento do metabolismo e libera grande energia para os músculos que serão utilizados durante o exercício, seja levantando pesos ou correndo.

Endorfina: hormônio que gera sensação de recompensa e bem-estar no organismo. É produzido em grande quantidade nas atividades prazerosas e está associada a relaxamento, alívio e contentamento generalizados. Justamente por isto, muitas pessoas relatam ser “viciadas” na rotina de academia por causa desta sensação de prazer e bem-estar constantes.

Insulina: o exercício se torna importante por facilitar a captação de glicose e diminuir os níveis de insulina, sendo positivo para o indivíduo portador de diabetes e de quem tem resistência à insulina.


Deixe um comentário

Comment are moderated